Depois de uma longa espera, o molekinho aterrissou lá em casa. Os porteiros já não agüentavam mais eu perguntar se o correio já tinha voltado da greve e depois, se o correio tinha deixado algum pacote para mim. Nas últimas duas semanas antes do pacote chegar, quando me viam chegar, apenas faziam que não com a cabeça…

Mas, a Ernesta caprichou, começando pelo envelope em homenagem ao centenário da imigração japonesa. Também não deixou os selos por menos. Como eram para o Rio, escolheu  dois selos do Jardim Botânico daqui, comemorando o bicentenário da chegada da Família Real. Que também não deixou de ser uma imigração e exigiu um bocado de tradução também. Completou os selos com um duplo, acho que para o ano do Brasil na França, ou da França no Brasil.

A chegada por si só do envelopão lá em casa já foi um acontecimento. Inclusive acompanhada ansiosamente pela Ernesta via Skype. Uma das coisas mais legais até agora foi exatamente a gente ter ficado mais amigo. Essa comunidade é extraordinária mesmo! Mas, enfim, lá estava o envelope e todo mundo querendo botar a mão para adivinhar o que que era. Eu fiz o maior suspense:

.

.

.

.

.

.

.

.

Mas, enfim, abrimos o pacote e, ó supresa, mais pacote lá dentro e, pelo jeito, não era só o molekinho não. E tome suspense. Bem, peguei uma faca e tome rasgar durex para finalmente extrair lá de dentro um monte de coisa:

.

.

.

.

.

.

.

.

Um barato. Além de postais lá de Floripa, ainda ganhei o Dicionário da ilha. Bom, e finalmente, após um suspense de mais de mês, agravado por scanners e pendrives endemoniados e uma semana atolada de trabalho, eis aqui a improvável arte da Ernesta, algo nunca dantes visto nas línguas ocidentais. Uma tradução de um “dialeto” brasileiro para um genuíno dialeto italiano sabe Deus de onde.

.

.

Bom, minha arte também já está pronta, fugindo um pouco do espírito do que a Ieda, Pablo e Ernesta fizeram, mas, a idéia é variar, né? Mas, foi feita pensando muito em vocês, em nós todos. O molekinho vai ser entregue em mãos na quinta-feira, diante de uma animada platéia, espero. E aí, será a vez da madame Min fazer o feitiço dela.